24 de maio: Dia Nacional do Café

Dia nacional do café capa

Hoje, dia 24 de maio, foi instituído o Dia Nacional do Café pela ABIC – Associação Brasileira da Indústria de Café.

Essa data simboliza o início da colheita em grande parte das regiões cafeeiras do Brasil.

E a colheita é onde inicia essa nova safra de cafés 2017/2018!

Dessa safra virão novos lotes de cafés especiais, portanto, um momento muito importante para todos os apaixonados por café como nós 😉

Colheita de café

Café da colheita

 

O início da colheita do café varia de acordo com a região, mas em média, a colheita é feita sete meses após a floração. No hemisfério sul esse período costuma acontecer de maio a setembro, enquanto próximo à linha do Equador, a colheita pode ser feita ao longo do ano.

Há duas formas de fazer a colheita do café:

  • Colheita por derriça

Retirada de todos os frutos dos galhos, os cerejas, que devem ser a maior parte, e os que estão nas outras fases de maturação. Dessa forma, são retirados grãos diferentes misturados com folhas e galhos quebrados. A derriça pode ser feita manualmente ou com a ajuda de máquinas chamadas derriçadeiras. Os frutos podem cair em um pano estendido no solo, no próprio solo após uma varrição ou em recolhedores (no caso das derriçadeiras).

  • Colheita a dedo

Retirada seletiva dos grãos maduros apenas, que podem ser colocados em um cesto ou em um pano sob as plantas. São retirados apenas os grãos cerejas. Essa forma de colheita é comum em locais onde ocorrem floradas o ano todo, na linha do Equador, o que provoca desuniformidade dos grãos. Também é necessária muita mão de obra, o que aumenta o custo desse tipo de colheita.

Mulher colhendo café

 

O uso de máquinas reduz o custo de produção por hectare. O gasto com a colheita representa cerca de 30% do custo de produção total do café!

Previsão da safra 2017/2018

Café na lavourra

Segundo a Conab – Companhia Nacional de Abastecimento a produção nacional da safra 2017 é estimada em 45,5 milhões de sacas beneficiadas de café. Dessas, 35,4 milhões devem ser de café arábica (78% da produção).

Este ano é de bienalidade negativa na maior parte dos estados, resultando em uma produtividade média menor do que o ano passado, quando produzimos 51,4 milhões de sacas.

O café é uma cultura bianual, ou seja, tem um ano de alta produção seguido por um de baixa.

Leia mais no relatório da Conab

Sabor da Colheita 2017

Para quem estiver em São Paulo hoje e quiser ter a experiência da colheita de café, pode participar do Sabor da Colheita 2017 no maior cafezal urbano no coração da Vila Mariana!

A partir das 10 h no Instituto Biológico – Av. Conselheiro Rodrigues Alves, 1252 – Vila Mariana – São Paulo – SP.

Estaremos lá colhendo frutinhos maduros do cafezal 😉

Abraços cafeinados,

Renata – fundadora do Grão Gourmet

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *