Bulletproof Coffee – O café à prova de balas

Bulletproof Coffee

A tradução de Bulletproof Coffee é, ao pé da letra, café à prova de balas. Nada mais é, porém, do que uma bebida que mistura café, manteiga e óleo. Mas tem que ser um café livre de micotoxinas (substâncias químicas tóxicas produzidas por fungos), manteiga sem sal (ou ghee) e óleo rico em triglicérides de cadeia média (TCM ou MCT), como o óleo de coco e o de palma.

Como surgiu?

A receita foi criada por Dave Asprey, fundador do Bulletproff e autor do livro “The Bulletproof Diet”, empresário de tecnologia que passou duas décadas e gastou mais de US$ 300 mil para investigar sua própria biologia.
A ideia surgiu após uma viagem que fez ao Tibete e onde provou o chá com manteiga feita do leite de iaques, um bovino selvagem da região. Bebidas feitas com café, manteiga e outras formas de gordura têm sido consumidas durante séculos por povos do Himalaia, Etiópia, Nepal, Vietnã e Cingapura.

Bulletproof coffee blog

Por quê?

O Bulletproof Coffee foi criado para:

  • Manter você saciado, reduzindo a fome
  • Promover clareza mental
  • Aumentar seu foco
  • Aumentar a queima de gordura
  • Aumentar sua resistência corporal
  • Degustar pelo sabor

Um verdadeiro UP em você e na sua vida!
Bulletproof coffee3

Qual o fundamento?

A gordura saturada da manteiga ghee suporta a queima lenta de gordura, triglicérides de cadeia média promovem a termogênese, aumentando o metabolismo, e o café aumenta a queima de gordura, além de diversas propriedades que falamos no post Café Emagrece.

Além disso, Dave defende que tomar um café livre de micotoxinas (toxinas produzidas por fungos e que estão associadas a diversos alimentos como cereais, nozes, cacau, vinho, cerveja etc.), que representam um perigo potencial à saúde e à função saudável do cérebro, é muito importante para obter os resultados. Elas seriam responsáveis pela sensação de fadiga, insônia, indisposição, falta de concentração.

A manteiga ghee é mais indicada, pois é feita a partir de manteiga orgânica de vacas que só comem capim e não recebem antibióticos. Filtrada de lactose e caseína, ela não possui qualquer toxina que nos faz mal, mas continua rica em gordura saturada (The Tox),

Já o óleo de coco é naturalmente rico em TCM. Também é possível comprar direto o óleo com TCM sintetizado.

Fizemos o teste

Eu substituí meu café da manhã por uma caneca grande de Bulletproof coffee durante 1 mês.
Não deixei de consumir as frutas matinais que consumia com aveia. Optei por comer a fruta primeiro e depois tomar o café à prova de balas.

Como AMO o café da manhã, aos finais de semana não fiz a receita 😉
Minha receita de Bulletproof Coffee foi:

  • 300 ml de café especial com torra média-clara, moído na hora, filtrado (utilizava o Hario V60 ou o Clever Dripper;
  • 1 colher de sopa (não muito cheia) de manteiga ghee
  • 1 colher de sopa (não muito cheia) de óleo de coco extravirgem

Colocava tudo no liquidificador e batia por 20 segundos.
A aparência é de um cappuccino, com uma espuma cremosa na superfície.
O gosto é bom, de café com leite e “notas” de coco!

Fiz com manteiga sem sal um dia, mas não gostei muito, com ghee ficou muito melhor, tanto o gosto quanto a consistência. E o óleo de coco deu um sabor interessante. Confira no vídeo abaixo:

De fato, não senti necessidade de comer nada após tomar o café à prova de balas. Eu tomava lá pelas 8h da manhã e ficava com fome 12h, na hora do almoço já. Quando fazia exercícios pela manhã, lá pelas 10-11h, sentia meu corpo mais leve e com mais disposição. Também notei uma perda de gordura, como sou magra, não refletiu muito no peso. E percebi uma melhora na concentração e no rendimento do dia, mas não sei se foi apenas efeito placebo.

Pontos positivos: prático e rápido (não precisava ficar pensando no que fazer para comer), sabor interessante, intestino regular, menor consumo de carboidratos pela manhã e feito com ingredientes que são bons por princípio – café de alta qualidade, manteiga ghee e óleo de coco.

Pontos negativos: deixar de tomar meu café puro, que tanto amo (embora eu tomasse depois de algumas horas), e de comer um alimento sólido, que tanto amo também.
No geral, foi bastante positivo e devo retornar ao hábito 😉

Opinião da nutricionista

Consultamos a nutricionista Fernanda Timerman para algumas considerações.
“Entendo que tenha uma questão de modulação da fome por estar consumindo gordura saturada e triglicérides de cadeia média (óleo de coco), mas você acaba deixando de consumir outros nutrientes superimportantes e que também poderiam promover a saciedade à longo prazo (proteína e fibras – ovo, fruta, aveia etc.). Eu sou adepta da comida, mastigação, digestão e amo café da manhã. Para mim é bem complicada a ideia de substituir uma refeição por café com gordura (rs), eu prefiro o cafezinho puro, do jeito maravilhoso que ele é”, explica Fernanda.

Receita do Bulletproof Coffee oficial (com ingredientes nacionais)

  • 250-350 ml de café de alta qualidade filtrado ou na prensa francesa, o café deve ser fresco e moído na hora (2 ½ colheres de sopa), feito com água filtrada
  • 1-2 colheres de sopa de manteiga ghee ou sem sal
  • 1-2 colheres de sopa de TCM ou óleo de coco extravirgem (comece com 1, pois é forte)
    Bata tudo no liquidificador por 20-30 segundos.

Bulletproof coffee

Quer experimentar?

Faça você mesmo e tire suas próprias conclusões!
Temos um kit pronto para você:

  • 1 embalagem de 250g do café especial do mês (torra fresca) em grãos ou moído (melhor em grãos)
  • 1 pote com 195 g de manteiga ghee da Vitoria Pães Artesanais
  • 1 pote de 200 ml de óleo de coco extra virgem da Copra Alimentos

Depois me diga o que achou.

Um abraço,
Renata

Veja nosso kit Bulletproof Coffee

56 ideias sobre “Bulletproof Coffee – O café à prova de balas

  1. ProfJB diz:

    Caros senhores,essa excelente prática ocorre no nosso Sertão Nordestino há muito tempo! É uma vigorosa delícia,em especial para quem vai ‘dar campo’,ou seja,trabalhar cêdo em atividades pastorís,em especial se em época do Inverno sertanejo,frio e muito sêco,entre o final de maio e o decurso até o começo de julho,quando as ‘apartações’ de gado exigem ‘prontidão’ e energia para o Vaqueiro e demais envolvidos nessa dura tarefa. Hora dessas postarei um pequeno relato a respeito. A mais,usa-se o ‘açúcar demerara’,que é mais leve de gosto,além da ‘manteiga de nata’,batida no fundo da caneca,antes de colocar-se o café. Mas,isso já é assunto para o que chamo de ‘café com boa prosa’ , tomando um bom ‘expresso’,servido no fundo da caneca,para não perder o equilíbrio da temperatura… Cumprimentos efusivos,mais os PARABÉNS por essa interessantíssima iniciativa. Prof. J.Bamberg

  2. Eduardo diz:

    Bem. Pretendo tomar o café bulletproof, mas tenho algumas dúvidas: Em primeiro lugar, detesto café e amargor, minha intenção de tomar é apenas pelos benefícios que o café traz. Hoje (24/10/2016) tomei uma xícara de 50ml de café preto (sem açúcar) e foi uma experiência ruim. Já adquiri a manteiga ghee e o óleo de coco, mas minha dúvida é o seguinte: Como não tenho condições de comprar café orgânico 100% arábica (torra média) agora, eu posso fazer a mistura com café normal? O gosto do bulletproof é quão diferente do café normal? Obrigado e ótimo artigo!

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Eduardo, pode fazer com o café tradicional sim, você vai sentir um pouco mais de amargor, apenas isso. Um abraço

  3. Bárbara diz:

    Bom dia, estou no momento lendo o livro do Dave, já consumo o café a prova de bala, que é uma parte da dieta, e senti uma diferença muito grande no desenvolvimento de raciocínio, no meu psicológico e no corpo claro, não concordo com todos os conceitos de Dave, pois o acho muito rigoroso. Mas esse café é tudo de bom, vc realmente fica saciado até a hora do almoço, pra quem quer emagrecer é uma baita ajuda! Eu o consumo por ter estilo de vida páleo! Ah, me acostumei a tomar café sem açúcar, e hj já não consigo tomar com açúcar.

  4. Fran Doppino diz:

    Por gentileza, gostaria de saber se posso utilizar os cafés da Nespresso (Ristreto, Darkan, Arpegio…) que são em cápsulas??? Obrigado.

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Fran! Tudo bem? Pode sim, não há restrição. Mas como em volume, a quantidade de espresso é menor, acho que pode colocar uma quantidade menor de manteiga e óleo de coco. Faça o teste e me diga 😉

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Silvio, obrigado pela pergunta.
      A presença de micotoxinas no café está relacionada à pureza do café no momento da torra. Embora a Abic monitore a pureza dos cafés através de seu selo ainda podem existir torrefações, que não possuem o selo de pureza, que adicionem elementos estranhos ao café no momento da torra, como palha de café ou milho.
      Nossos grãos são selecionados e só torramos as peneiras 16 e acima, nosso ponto de torra é médio e sempre enviamos os cafés com a torra fresca.
      Um abraço.

  5. Beatriz diz:

    Olá, gostaria de iniciar o consumo do bulletproof e achei a ideia do kit de vocês algo bem interessante, no entanto tenho algumas dúvidas. Quantos cafés consigo produzir com este kit ? Caso minha opção seja pelo café em grão, como realizar a moagem ? Por que vocês indicam o café em grão e não o café moído ?

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Beatriz, em nosso kit você receberá um pacote com 250g de café, se você fizer porções individuais, que levam aproximadamente 12g de café por xícara, o pacote deve durar 3 a 4 semanas. O kit também leva 195g de óleo de côco e 200g de manteiga, que geralmente sobram ao término do pacote de café.

      Depende de quanto você utilizar por porção.

      Sobre a moagem, o café fica mais gostoso quando você mói o grão na hora, mas isso é apenas uma dica, pode usar o café em pó sem problemas. O ideal é ter um moedor de café (uma ótima aquisição para sua cozinha), mas se não tiver você consegue moer o café no liquidificador.

      Um abraço cafeinado.

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Olá Raffo, tudo bem? Obrigada pelo comentário. Particularmente, não gosto muito de café solúvel. Acho tão legal o ritual do café, de moer o grão na hora e passar o café…o solúvel passou por alguns processos para ficar desse jeito. Mas serve como tema para um post! Obrigada! Renata

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Iracema, na realidade o composto que importa é o MCT, ou triglicérides de cadeia média na sigla em inglês. Considerando que esse composto está presente tanto no óleo quanto na manteiga de côco, não vemos problemas em substituir um pelo outro. É uma questão de concentração, existem óleos específicos com alta concentração de MCT, que aumentam o efeito da receita, mas custam mais caro.

      Faça o teste apenas com a manteiga de côco e depois conte pra gente como foi. 😉

      Um abraço

      • Jayme diz:

        Olá. Sou Jayme.
        Tenho formação em Química e senti necessidade de dar meu pitaco na pergunta da Iracema. Quanto a substituir o óleo de coco por “manteiga de coco”, acho que é nãoindicado! Porque? É porque a manteiga de coco é o óleo de coco que foi hidrogenado na industria para ter a consistência sólida na temperatura ambiente (acima de 24º C para o óleo), e isso provoca modificações que nosso organismo não reconhece como naturais, da mesma forma como ocorre na margarina…..essa é minha opinião!

  6. mclaudia.st diz:

    Boa Tarde, pela resposta de vocês ao Silvio eu não consegui ter 100% de certeza se o café da linha de vocês é livre de micotoxinas e/ ou orgânico? Poderia me esclarecer? Obrigada!

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Cláudia, tudo bem?
      Agradeço o seu contato e, respondendo à sua pergunta, as micotoxinas são compostos químicos produzidos por certos fungos. Na cadeia de produção de um café especial, como os que temos, é feita uma seleção dos grãos de boa qualidade e não há presença de fungos ou mofos, que podem produzir a micotoxina. Independente de ser orgânico ou não, isso está ligado à presença de fungos, que podem ocorrer se não houver cuidado com armazenagem, umidade, qualidade dos grãos e outras condições que favoreçam a presença deles. Um abraço, Renata.

  7. P.Arraes diz:

    Sou hipertenso. Posso fazer o Café À Prova de Balas? Estou com plano de alimentação de nutricionista para controlar pressão arterial forma natural, daí a minha pergunta. Obrigado pela resposta urgente!

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Prezado Arraes, o café em si é um estimulante natural e aumenta seus batimentos cardíacos, independente da manteiga e do óleo de côco. Nossa sugestão é que você consulte seu médico sobre o consumo de cafeína, dada sua condição de hipertensão.
      Um abraço.

    • Rodrigo Garcia diz:

      Olá P. Arraes

      Não sei se estou desrespeitando as regras do site.
      Estou tomando o café bulletproof, entrei aqui para pesquisar e vi seu comentário.
      Eu tomo um suplemento orgânico de alho que pode ajudar com hipertensão mas, o ideal, é você consultar seu nutricionista.
      Se você quiser mais informações pode me chamar no email rodrigosilvaa@icloud.com

  8. Marcus diz:

    Essa mistura precisa ser guardada em geladeira? Pois pelo que entendi é o equivalente a uma quantidade para durar semanas.

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Marcus, tudo bem? Agradeço o contato. O bulletproof coffee é para você consumir na hora, a quantidade que irá fazer depende do seu gosto, mas será algo como 350 ml. Então, pode consumir tudo na hora 😉 Abraços

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Marina, em teoria você pode sim, no entanto observamos que a manteiga Ghee (purificada) é mais indicada por não possuir caseína (uma proteína do leite) e lactose.
      Um abraço cafeinado.

  9. Nan diz:

    É indispensável liquidificar por 20-30 segundos? Se eu apenas fizer uma mistura vigorosa consigo obter os mesmos benefícios? Obrigada

    • Equipe Grão Gourmet diz:

      Olá Nan, não é indispensável bater no liquidificador, isso apenas deixa a bebida homogênea. Você pode sim misturar os ingredientes manualmente.
      Um abraço cafeinado.

  10. Paula Medina diz:

    Depois que li o livro Bulletproof comecei a fazer esse café e estou amando!!!
    Muito boa sua matéria e a forma como você explica as coisas, muito didática!
    Parabéns pelo blog!!!!

    • Danilo Jollo diz:

      Olá Paula, boa tarde.

      Fiz o pedido do kit bulletproof hoje, você também presenciou perda de peso ao utilizar esta receita por ter maior sensação de saciedade e deixar de tomar aquele café recheado de pães e outras guloseimas?

  11. Jayme diz:

    Olá! Sou Jayme, e fiz um comentário numa pergunta da Iracema…aí acima, sobre manteiga de coco. Outra coisa bem interessante que andei estudando, é acerca do Óleo de avestruz…segundo entendi, é a mais perfeita combinação de ácidos graxos essenciais ( a mais próxima à da oleosidade de um corpo humano sadio), mais vitamina D3 e vitamina A. Como tem um sabor (para mim) desagradável me veio a ideia de adicionar a dose – 1/2 gota por kg corporal – ao bulletproof coffee – talvez estrague o agradável do café, mas torne menos desagradável o óleo de avestruz. Vou testar e retorno. Abs.

  12. gabriela diz:

    bom dia
    a matéria é bem banaca, estou lendo o livro Bulletropoof, dieta a prova de bala, e o mesmo ressalta que o óleo de coco Copra (que aparece na foto) contém muitos fungos, vale a pena usar a versão orgânica. 😉

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Gabriela, tudo bem? Eu desconheço essa informação sobre o óleo de coco da Copra, qual a justificativa que o livro faz para provar o que fala? Gostaria de saber, se puder me passar, agradeço! 😉 Um abraço, Renata

  13. Caroline de Miranda diz:

    No texto fala em tomar o bulletproof no café da manhã e na disposição que dá durante o dia…
    Eu treino a noite, umas 19h, é indicado tomar antes do treino? Já tomei algumas vezes, acrescento um pouquinho de canela..adoro! =)

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Caroline, tudo bem? Agradeço o seu comentário 😉
      Acho que se tomar umas 2 horas antes do treino é bom…

  14. Carla Santos diz:

    Comecei a ingerir o Bulletproof essa semana e já sinto uma diferença na disposição, estou consumindo de manhã, minha dúvida é, ele pode ser ingerido mais de 1 vez por dia ?

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Carla, tudo bem? Não sei dizer se pode ser consumido mais de 1 vez ao dia. Não acho que deve ser bom pular outra refeição e colocar ele no lugar. Consulte um nutricionista de preferência 😉 Um abraço, Renata

  15. Elisabete diz:

    Boa noite,, eu tomava o café Bulletproof e gostava muito. Parei uns dias e quando voltei senti que ficava enjoada logo ao tomar, alguém sentiu o mesmo? Sabem o que pode ter acontecido? Obrigada pelo artigo.

  16. Juliano diz:

    Quanto de água você coloca? Essa medida de 2,5 colheres de café, é para o grão? Se for o café moído, quanto recomenda (café e água)? Parabéns pelo artigo e pelo site =)

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Juliano, obrigada! Para o café pode usar a medida de 10 g de café moído para 100 ml de água. Agrada a maioria dos paladares 😉

    • Renata Kurusu Gancev diz:

      Oi Jairan, tudo bem?
      Esse kit deve durar cerca de 1 mês para uma pessoa consumindo uma vez ao dia. Um abraço, Renata

  17. Márcia diz:

    Que legal esse post, muito bem feito e completo. Tomei o primeiro dia hoje e estava procurando mais informações. Gostei de saber da sua experiência.

  18. GILSON MARTIM MULLER diz:

    Olá Renata. Se misturar estes ingredientes, sem usar liquidificador, tem algum problema?Tipo…muda akguma coisa?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *