Café colombiano e brasileiro: entenda as diferenças

Você sabia que o Brasil é o maior produtor de café do mundo? Para se ter uma ideia, dentre as espécies de café que são produzidas, o café arábica é aquele que é mais consumido e o Brasil é detentor de 50% dessa produção mundial. É por isso que ainda somos conhecidos pela qualidade e sabor incomparável, sendo o grão do mesmo, conhecido como Ouro Verde.

Contudo, há alguns anos o café brasileiro vem sofrendo uma grande desvalorização em relação ao café Colombiano ou de outros países centrais. O fato é: essa comparação é injusta e fria, assim como o valor que está sendo atribuído ao grão brasileiro e ao grão colombiano. Vamos entender as diferenças?

Café brasileiro X café colombiano

Algumas pequenas informações que são completamente ignoradas pela bolsa de Nova York fazem toda a diferença para o consumidor final. Para que você entenda melhor, o café colombiano é negociado no contrato tipo “C”, que é um tipo de café lavado e que precisa ser comercializado em até seis meses, no máximo, para que suas características não se percam, como o sabor ou a cor, por exemplo.

Já o café brasileiro é natural, além de ter um sabor muito mais gostoso, apresenta qualidade superior, sem contar que pode ser armazenado por mais tempo e consegue ser comercializado a um preço acessível e justo. Essa disparidade de informações reflete em desvalorização de até 40%, perante os cafés que são certificados na bolsa americana.

E claro que essa desvalorização reflete em algum momento. Cotando apenas U$2 libras em peso, a Colômbia, em março do ano que vem, conseguirá comercializar a sua saca com 50 centavos de dólar, enquanto o Brasil vai ter que vender um produto de melhor qualidade a 30 centavos de dólar a menos. O resultado dessa disparidade é de perda de quase R$ 90 reais por saca!

O café arábico brasileiro é forte e tem sabor marcante, podendo agradar o paladar de qualquer um. E por falar em café, você conhece o Grão Gourmet? Acesse e confira a seleção para os #CoffeeLovers

2 ideias sobre “Café colombiano e brasileiro: entenda as diferenças

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *