Café e brigadeiro, feitos um para o outro

Brigadeiros na forma

O brigadeiro entrou na vida da porto-alegrense Roberta Cardoso quando ela ainda era pequena e o chamava de negrinho, como o doce é conhecido no Rio Grande do Sul. A mãe era pouco afeita a sobremesas e, por isso, Roberta achou que devesse dar um bom uso para a lata de leite condensado que havia na despensa da cozinha.

Aos sete anos de idade, ela encarou o fogão e sua primeira receita de brigadeiro para a alegria dela e do irmão. E nunca mais parou. Com o tempo, a receita foi se sofisticando, a margarina foi trocada por manteiga, o achocolatado por chocolate de boa procedência e até pesquisa para um livro sobre o assunto ela comandou. “Descobri que o brigadeiro é um doce presente em todas as regiões do país, sem distinção”, informa.

Uma semana só de brigadeiros
A fama de seus brigadeiros extrapolou o círculo de amigos, se espalhou pela praça e para atender a clientela – fora as encomendas tradicionais em São Paulo, onde mora – ela criou o Brigadeiro Week, quando concentra em uma semana pedidos dos três sabores mais famosos: chocolate ao leite, ao leite com nibs de cacau e meio amargo com confeito amargo.

CaféO evento já aconteceu em São Paulo, por duas vezes, no Rio de Janeiro e em Porto Alegre. Na última temporada paulista, Roberta deu conta de mais de 4 mil brigadeiros. Para ela, uma xícara de café coado com um pouco de acidez é ideal para harmonizar com o docinho (mesmo o meio amargo). “Cria um contraste”, diz.

Para os assinantes do Grão Gourmet, o café da Fazenda Santa Rita, no Cerrado Mineiro e disponível no site, é ideal para fazer essa combinação. Para quem quer carregar um pouquinho mais na acidez, a barista da empresa, Érica Takano, sugere misturar uma baga de cardamomo (sem a casca) no pó antes de coá-lo.

Aprenda a seguir a fazer o famoso brigadeiro da Roberta. “A prática e a escolha de bons ingredientes garantem o sucesso da receita”, afirma.

Brigadeiro meio amargo
(27 unidades*)

Ingredientes
1 lata de leite condensado
50 g de chocolate** (85% cacau) em barra
50 g de manteiga extra sem sal
100 g de granulado ou raspas de chocolate para confeitar

Modo de preparo
Coloque em uma panela pequena a manteiga, o leite condensado e o chocolate picado grosseiramente com as mãos. Misture bem todos os ingredientes antes de levar ao fogo. Depois, cozinhe sem parar de mexer (fogo médio para baixo) por 10 minutos ou até a massa desprender do fundo da panela e ficar densa, mas não muito. Coloque a massa em um prato fundo untado com manteiga e deixe esfriar. Quando estiver frio, unte as mãos com manteiga e faça as bolinhas. Use uma colher de chá para medir e padronizar o tamanho dos brigadeiros. Passe no confeito de sua preferência.

*rendimento utilizando forminhas nº 5
**a dona da receita só utiliza chocolate Lindt

3 ideias sobre “Café e brigadeiro, feitos um para o outro

  1. Leopoldo diz:

    Oi, tudo bem?
    Primeiramente gostaria de parabenizar pelo artigo; depois de saber se posso utilizar outra marca de chocolate?

    • Fred diz:

      Oi Leopoldo, tudo bem?
      Muito obrigado pelo elogio! Pode usar a marca de sua preferência sim, mas o original é feito com o Lindt, faça como gostar mais 🙂

  2. Janice Kiss diz:

    Oi, Leopoldo

    A Roberta testou muitas marcas boas de chocolate e para ela, o Lindt, foi o que apresentou o melhor resultado em termos de sabor e textura. O docinho dela é super elogiado pela clientela. Mas como disse o Fred, fique à vontade para testar outras marcas. Existem várias delas e boas na praça. Boa sorte com seus brigadeiros! Bjs, Janice.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *