Café gelado: o que você sabe sobre a bebida refrescante?

café gelado cold brew

Você já experimentou um café gelado? Não aquele café que ficou frio na xícara, mas sim um café preparado para ser tomado gelado. Para os dias quentes, principalmente, a versão gelada do café cai muito bem!

O café gelado pode ser feito com o café extraído a quente (como o café gelado vietnamita e thai) e com o café instantâneo (café gelado indiano). Mas o chamado cold brew, é feito com água fria, em um processo de extração mais lento, gota a gota.

Café gelado blog

Origem

A origem do cold brew é atribuída aos holandeses, que nos anos de 1600 preparavam concentrados de café em água fria para transportar o café preparado, para ser aquecido e consumido depois.

Durante essa mesma época, o Japão também começou a preparar o café a frio, como já fazia com o chá. O chamado “Kyoto-style coffee” é o primeiro registro de café gelado no Japão.

Café e gelo

O café gelado já tem muitos fãs aqui no Brasil, mas as duas palavras ainda causam estranheza quando estão na mesma receita. Apesar das altas temperaturas brasileiras, a refrescante versão ainda enfrenta certa resistência. Para o barista e responsável pela True Coffee, Ton Rodrigues, “vivemos em um país em que a tradição com o café é um tanto antiga. Por isso temos uma referência muito forte de que café deve ser quente, preto e amargo – o que não é verdade”, diz.

A prova de que este hábito está mudando é o número de cafeterias com a delícia no cardápio, a nova gama de produtos disponíveis no mercado e, claro, o interesse dos consumidores em provar a bebida.

Mas o que nós, brasileiros, estranhamos mesmo é o café puro gelado. Veja bem: quando o café é misturado com outros ingredientes, como leite, caramelos e afins, semelhante às bebidas servidas na famosa rede Starbucks, a maioria das pessoas gosta e toma o conhecido frappuccino até em dias de frio!

Parece que a temperatura não é um prolema, e o consumo do café gelado – o baixo consumo – está diretamente ligado a cultura do país. O que nos deixa com uma pergunta: será que algum dia os cafezinhos gelados farão parte da nossa cultura e conquistarão de vez o paladar dos brasileiros?

Enquanto isso, para os aventureiros de primeira viagem, há alguns tipos diferentes dos chamados cafés gelados. Ton diz que “há o iced coffee, que é feito com o líquido em altas temperaturas e que depois é resfriado com gelo; O cold brew, onde o café passa apenas por água fria em um processo bem lento. E também o cold nitro, que é o cold brew gaseificado” – resultado do processo chamado “carbonatação”, que adiciona as “bolinhas” à bebida.

A verdade é que, por aqui, a bebida pode ser novidade para muitas pessoas, mas a cultura do café gelado pelo mundo é bem forte. Países como Estados Unidos, Austrália, Áustria, Japão e Vietnam são praticamente loucos por ele. Tanto que basta apenas um passeio por cafeterias ou mercados para revelar uma infinidade de marcas que apostam no café gelado.

Que tal um café gelado nesse calor?

Para se ter uma ideia, de 2014 para 2015, os Estados Unidos registraram um crescimento de 115% no total de vendas relacionadas a esta versão da bebida, segundo pesquisa da Mintel. Isso representa mais de 20% dos consumidores frequentes de café escolhendo a versão mais refrescante.

E para matar sua vontade e dar um empurrãozinho neste consumo por aqui, convidamos o barista Ton para ensinar uma receita prática para você preparar na sua casa. Anote as dicas e mãos à obra!

Receita de café gelado

Modo de preparo por Ton Rodrigues:

Coloque 15 g de café com moagem grossa (tipo ovomaltine) em sua Prensa Francesa (500 ml) e complete com água gelada, deixando apenas o espaço para a tampa;

Deixe por 12 horas na geladeira e, depois disso, baixe a tampa do utensílio com cuidado para que não passe nenhum resíduo. Pronto! “Adicione gelo no copo e divirta-se”.

 

Leia também:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.