Colheita de cafés especiais na fazenda Boa Vista

O Brasil é o maior produtor de café do mundo, são quase dois milhões e quatrocentos mil hectares de área plantada divididos em milhares de fazendas, metade dessa área está em Minas Gerais, aliás, se fosse um país, Minas produziria o dobro do café que toda a Colômbia produz.

A relação do Brasil com o café é secular e é muito comum encontrar famílias que produzem café há muitas gerações. Diferente das culturas anuais, como soja ou milho, o pé de café demora três anos para começar a produzir, então se você decidir se tornar um produtor de café saiba que o custo do plantio é mais alto e seu primeiro grão só virá depois de um tempão… isso faz com que a relação do produtor de café com a fazenda seja diferente do que em outras culturas. O produtor de café e sua fazenda tem uma relação de amor, de comprometimento!

Nós já havíamos presenciado essa relação e visitado diversas fazendas, aliás, foi observando a paixão que existe no mercado de café, de uma forma geral, que decidimos iniciar o Grão Gourmet. Somos do centro de São Paulo, nossa fazenda é de concreto, mas de uma certa forma desenvolvemos esse mesmo amor por esse querido fruto.

E foi com todo esse carinho que decidimos levar alguns dos nossos assinantes para conhecer uma fazenda de café e ver de perto essa paixão!

café
Fazenda de cafés especiais em Poços de Caldas.

E lá fomos nós! Nos encontramos em uma manhã fria de São Paulo às 7h, entramos em nossa van cafeinada e rumamos direto para Poços de Caldas, MG, até a fazenda Boa Vista, onde os irmãos João Paulo e André Sanches, netos do patriarca André Sanches, nos aguardavam. Nossa assessoria de imprensa e alguns simpáticos jornalistas também nos acompanharam.

O trajeto de ida foi muito agradável e conversamos bastante sobre café, almoçamos em Poços e seguimos para a fazenda. Conhecemos a escola e o posto de saúde que a fazenda mantém para a comunidade local, visitamos o terreiro onde um lote de café estava secando e subimos em um trator para adentrar as ruas formadas pelos cafeeiros e acompanhar a “panha” do café, que na fazenda Boa Vista, devido ao relevo montanhoso é 100% manual.

Terreiro onde o café seca
Terreiro onde o café seca.

Olha nós no trator!

Trator que nos levou para o cafezal
Trator que nos levou para o cafezal.

Observamos os trabalhadores colhendo o café, conversamos com alguns deles e vimos os pés carregados do fruto vermelho e amarelo, tudo isso a 1.200 metros de altitude e abençoados com uma vista que nos inspira a escrever um poema.

Colheita do café
Colheita do café.
Pé de café carregado!
Pé de café carregado!
Pelos corredores do cafezal.
Pelos corredores do cafezal.
Vista da fazenda de café
Vista da fazenda de café.

Queríamos mostrar para nossos assinantes que os cafés especiais que enviamos todos os meses não se comparam nem de longe com o que encontramos nas prateleiras dos mercados, pois possuem identidade, história…sabores únicos. Os processos de colheita e secagem são acompanhados de perto e os lotes especiais não são blendados com outros cafés, são de origem única.

Pés de café.
Pés de café.

O sol quente do dia foi baixando e o frio começou a nos lembrar que a colheita acontece no inverno, descemos para a casa sede onde uma farta mesa de café nos esperava 😉

Colheita de cafés
Café na fazenda!

Pão de queijo, pé de moleque caseiro, broa de milho envolta na folha de bananeira, queijo de minas e… café coado quentinho. Ao lado dessa farta mesa conversamos por algumas horas e conhecemos as outras duas gerações dos Sanches, pai e avô dos nossos anfitriões.

André Sanches, o patriarca.
André Sanches, o patriarca.

Agradecemos a hospitalidade dos queridos amigos, subimos novamente em nossa van cafeinada e iniciamos o retorno para a terra da garoa, que tem a marca do café em seus veios, na sua avenida Paulista.

O trajeto de volta, já de noite e após um longo dia, foi mais silencioso. No entanto tenho certeza que conseguimos mostrar àquelas pessoas um pouco do que é a paixão e o feitiço que o café lança sobre cada um que se envolve um pouco mais com esse grão, e que naquele silêncio, as memórias do dia ecoavam nas mentes de cada um durante o caminho de volta.

GrãoGourmet.com
GrãoGourmet.com

Boris e Renata

GrãoGourmet.com

Saiba mais sobre a fazenda Boa Vista aqui.

4 ideias sobre “Colheita de cafés especiais na fazenda Boa Vista

  1. carlamarko diz:

    Muito legal a experiencia. Muitas vezes nao temos a oportunidade de chegar nem perto das origens dos nossos alimentos. Esse tipo de experiencia sim, valoriza o produto. Mais do que tudo e a experiencia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *