Quase um terço das marcas de café são consideradas impróprias pelo Procon-MG

procon café

Recentemente o Procon de MG divulgou um relatório de seu programa de monitoramento do café torrado e moído no estado de Minas Gerais, onde mais de 30% das marcas foram consideradas impróprias para o consumo por apresentarem níveis de impurezas ou toxinas acima dos limites estabelecidos pela legislação vigente.

Nós do Grão Gourmet entendemos que essa informação é importante para os consumidores de café e reproduzimos abaixo a lista das marcas consideradas impróprias.

Salientamos que os cafés enviados por nós, do Grão Gourmet, não foram submetidos a avaliação do Procon por estarmos no estado de São Paulo e também por atuarmos em um segmento diferente, de alta qualidade e pequena escala. Nada impede, porém, que nossos grãos sejam testados e avaliados.

Estamos à disposição!

Download (PDF, 363KB)

Leia também:

Uma ideia sobre “Quase um terço das marcas de café são consideradas impróprias pelo Procon-MG

  1. Luis diz:

    Cheira a fake
    Que autoridade tem procon de Minas? Porque nao Anvisa ou órgao nacional?
    Me parece lobby pois em Minas tem muita industria de café e sofrem concorrencia de outras regioes. Por sinal testei as capsulas de umas marcas mineiras compativeis com Nespresso e achei PESSIMAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *