Café Gourmet em Grãos do Sítio da Serra

Café Gourmet Torrado em Grãos do Microlote do Sítio da Serra – Cambuquira, MG – com torra feita no dia 22/03.

Este produto está fora de estoque e indisponível.

Produtoras: Leila do Carmo Lemes e Margarida Maria Camarini Santos

Sitio da Serra Fotos

Ano de 1990, o Brasil em crise financeira com o confisco do dinheiro público pelo governo Fernando Collor. Aqui começa a história do “Sítio da Serra”: Leila e Margarida tiveram suas economias retidas. Nessa época, Leila, então desempregada, usou como solução imediata efetuar uma compra de terras, para liberação do dinheiro congelado nas contas.

Localização privilegiada

O Sítio da Serra está localizado no sul de Minas Gerais, no local denominado Miranda, na cidade de Cambuquira, fazendo parte da Indicação Geográfica Serra da Mantiqueira. A escolha da propriedade levou em conta inúmeros motivos: água com fartura nas nascentes próprias, cascata, terra e altitude favoráveis à cultura de café, excelente localização, estrada de acesso em boas condições – conservada pela Prefeitura Municipal por levar ao Pico do Piripau – ponto turístico onde se realizam Campeonatos de Vôo Livre.

A propriedade tinha apenas dois talhões de café em péssimas condições de trato. Ano a ano foram sendo recuperados, até que, três anos depois, um deles foi totalmente destruído pela geada. Após esse prejuízo, as proprietárias decidiram optar pelo confinamento de animais de corte, com auxilio de um médico veterinário, para auxiliar na recuperação financeira da propriedade. Esse investimento durou apenas 3 anos, quando foi decido retomar à cafeicultura. Daí surgiu a necessidade de uma assistência técnica especializada. Com o apoio da Minasul (Cooperativa dos Cafeicultores da Zona de Varginha) e orientações do engenheiro agrônomo, foi aumentada a área de produção.

Cafés de qualidade

Diante das necessidades de melhorar a qualidade do produto, as sócias proprietárias, juntamente com seus colaboradores, participaram de cursos, palestras e reuniões de assuntos pertinentes à cafeicultura. Nessa época foram feitos investimentos em infraestrutura e pós-colheita.

Em 2005 a propriedade foi assolada por uma tempestade de granizo, prejudicando novamente a produção em grande parte dos talhões. Nesse período, Leila buscou cursos de classificação de café e degustação no Centro Comércio de Café em Varginha, e aprimorou seus conhecimentos na ABIC (Associação Brasileira da Indústria de Café), Rio de Janeiro.

Em 2007 veio a primeira classificação em concurso, ficando entre os 20 finalistas do Concurso de Qualidade Minasul. A propriedade, Sitio da Serra, sempre comprometida com a questão da proteção ambiental foi, em 2012, contemplada com o Bolsa Verde, incentivo anual do governo estadual para as propriedades que possuem responsabilidade ambiental. Nesse mesmo ano, buscando uma assistência técnica mais presente, foi feita a contratação de novo agrônomo, com visão mais voltada para cafés especiais.

Certificação e concursos

Ainda nesse período, o café do Sítio da Serra conseguiu sua primeira certificação: o Certifica Minas.
Em 2015, Margarida ficou entre as finalistas do I Concurso de Qualidade da Festa do Café, em São Gonçalo do Sapucaí, MG; e Leila ficou com a classificação de Segundo colocado do Sul de Minas na Categoria Natural do XII Concurso de Qualidade dos Cafés de Minas Gerais. No mesmo ano, Leila foi campeã no concurso de qualidade da Cafebras, tendo como prêmio conhecer seu torrador em Barcelona, Espanha.

Em 2016, Margarida ficou em Quarto lugar no 3º Concurso de Qualidade de Café – Mantiqueira de Minas e também como finalista na rodada de negócios, na Sala de Cupping IWCA, na Semana Internacional do Café, ano em que se associaram ao IWCA Brasil (Aliança Internacional das Mulheres do Café). Em 2016, Leila foi certificada com o Segundo lugar, no XXIV Concurso Qualidade Minasul de Café.

  • Região de origem: Mantiqueira de Minas, Cambuquira, estado de Minas Gerais
  • Fazenda: Sítio da Serra

  • Variedades: 100% Arábica – Catuaí amarelo

  • Processo: Natural

  • Altitude: 1.010 m

  • Florada: Setembro / Outubro

  • Colheita: Agosto

  • Peneira: 15 acima

  • Pontuação: 85 pontos na escala SCAA

  • Notas: Fragrância e aroma frutado. Sabor doce, com notas de frutas vermelhas, exótico. Bom corpo e acidez complexa. Finalização longa.

  • Certificações:   Certificado Certifica Minas CaféSelo Indicação de Procedência Mantiqueira de Mias  logo da aliança internacional das mulheres do café

HISTÓRIA DA REGIÃO DA MANTIQUEIRA DE MINAS

mapa mantiqueira de minas

Situada na face mineira da Serra da Mantiqueira, no sul do estado de Minas Gerais, está a região da Mantiqueira de Minas.

Com uma tradição secular na produção de cafés de qualidade, a Mantiqueira de Minas é hoje uma das regiões mais premiadas do Brasil.

Em 2011, foi reconhecida como Indicação Geográfica (IG), na modalidade Indicação de Procedência (IP), pela sua tradição e reputação mundial em produzir cafés especiais com um perfil sensorial altamente diferenciado. Esses são cafés raros e surpreendentes, refletindo a combinação de um terroir único e do saber fazer local que busca continuamente a excelência.

Dimensões 25 x 30 x 18 cm
Pacote

250g, 500g

Intensidade

Média (55 agton), Média-clara (65 agtron)

Avaliações


Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto pode deixar um avaliação.