Café Gourmet em Grãos Verdes (cru) da Fazenda Cachoeira Alta – 1 kg

R$ 60,00

Café Gourmet em Grãos Verdes (cru) do Microlote da Fazenda Cachoeira Alta – Manhuaçu, MG  – para torrar

Em estoque

Produtor: Geraldo Antônio da Paixão

Fazenda Cachoeria Alta

A fazenda Cachoeira Alta, antes de ser vendida a Geraldo Antônio da Paixão, era chamada de Santa Helena, cuja proprietária Maria Helena Werner filha de agricultores e nascida em Manhuaçu, teve que desistir de cuidar dessas terras. Em 2000 seu filho Alexander Luiz Marques, que adorava a fazenda, que tinha uma cachoeira no meio das montanhas, resolveu mudar o nome da propriedade para Cachoeira Alta, antes de ser vendida a Geraldo.

O filho de Geraldo incentivou o pai a plantar café nos 20 hectares que possuía e Alexander continuou envolvido no processo de produção da fazenda, como gerente geral das propriedades de Geraldo, cujas áreas plantadas de café agora se estendem por cerca de 100 hectares de terra entre as montanhas de Matas de Minas.

O desenvolvimento das plantações de café na fazenda Cachoeira Alta é feito de forma sustentável. Uma grande área verde que tem fontes de água, córregos, áreas ribeirinhas e uma riqueza de fauna e flora, é preservada na propriedade. Os funcionários são da própria fazenda e vivem com suas famílias, cerca de 30 pessoas, em casas construídas na propriedade.

A colheita dos cafés é manual, onde os frutos maduros são colocados sobre panos no chão. A secagem é feita em terreiro de concreto em camadas finas para garantir uma boa secagem e evitar fermentações indesejáveis. O beneficiamento dos grãos é feito na própria fazenda.

Geraldo está sempre à procura de novas sementes e varietais de acordo com as condições do solo, clima e topografia, e com auxílio de agrônomos, visando sempre produzir cafés de qualidade diferenciada.

  • Região de origem: Matas de Minas, Manhuaçu, estado de Minas Gerais

  • Fazenda: Cachoeira Alta

  • Variedades: 100% Arábica – Catuaí amarelo e vermelho

  • Processo: Natural

  • Altitude1.100 m

  • Florada: Dezembro/Janeiro

  • Colheita: Início em Junho e término em Agosto

  • Peneira: 16 acima

  • Pontuação: 85 pontos na escala SCA

  • Notas: Fragrância floral e aroma de frutas. Sabor doce de frutas exóticas e um toque de caramelo. Corpo denso e aveludado, acidez média e com finalização doce e longa.

  • Certificações:   Logo Região das Matas de Minas

HISTÓRIA DA REGIÃO DE MATAS DE MINAS

Mapa da região de Matas de Minas

A região das Matas de Minas ou Zona da Mata, como também é conhecida, é marcada pela predominância da agricultura familiar e está situada na região sudeste do estado de Minas Gerais, perto da fronteira com os estados do Rio de Janeiro e Espírito Santo.

É uma origem produtora de cafés especiais, composta por 63 municípios e pioneira na qualidade artesanal, trabalho manual e técnicas desenvolvidas para produzir alta qualidade. O resultado de tudo isso é uma diversidade de nuances e sabores diferenciados presentes nos cafés, que se destacam nas principais premiações nacionais e internacionais.

O nome Zona da Mata é devido à predominância da Mata Atlântica, que hoje pode ser apreciada dos locais mais altos. O terreno é acidentado, com muitos morros. A Serra do Caparaó faz fronteira com o Espírito Santo, onde estão localizados o Pico da Bandeira e o Pico do Cristal.

Peso 1.200 kg
Dimensões 25 x 30 x 18 cm

Avaliações


Não há avaliações ainda.

Apenas clientes logados que compraram este produto pode deixar um avaliação.